Clube de Futvôlei – grandes talentos
17 de agosto de 2017
Triângulo Esporte (25 artigos)
Compartilhar

Clube de Futvôlei – grandes talentos

Bruno Cangussu apaixonou-se pelo esporte e hoje destaca-se nas quadras e em seu clube, que recebe em torno de 150 alunos por mês. A minha relação com o esporte começou muito cedo, e foram meus pais, Ivan e Maria Édila, meus maiores incentivadores, pois foram eles que me matricularam aos 5 anos na escolinha de futsal do Praia Clube e que acompanharam e vibraram em cada jogo em que eu participava. Meus pais fizeram de um ideal de esporte para o meu desenvolvimento a minha paixão. Essa paixão era e permanece tão grande, que as recordações da minha infância são todas com bola no pé. Inclusive no antigo quarto na casa dos meus pais deixamos uma parede com os quadros dos jogos de que participei e um quarto inteiro com os troféus e medalhas que conquistei ao longo do tempo. Assim, aos 10 anos entrei para o time de futsal do UTC (Uberlândia Tênis Clube), momento em que tive a oportunidade de disputar diversos campeonatos da federação mineira e copas da Região Sudeste, ao lado de grandes amigos e amantes do esporte, inclusive atletas que hoje atuam profissionalmente, como o Dovenir Neto, Macdovall Adriano, Pabrio, etc. Minha trajetória continuou, daí por diante sempre conciliando estudos e esporte, até que aos 19 anos retornei para o time do Praia Clube e disputei até os 30 anos o Campeonato Adulto Mineiro, além de ter participado também de outros torneios importantes, como a Taça Brasil, Liga Sudeste e Liga Nacional. Ao longo de todo o percurso, conquistamos oito títulos do Campeonato Mineiro do Interior, nos sagramos Campeão Mineiro Adulto Estadual 2003, Campeão Rio/São Paulo/MG e três vezes Campeão TV Integração. Aos 32 anos, depois de vivenciar o futebol por tanto tempo, fui chamado por um colega, hoje meu parceiro, Neto Caixeta, para jogar futvôlei no Clube Cajubá. Lá, já jogavam alguns colegas de algum tempo.

Claro que foi Amor à primeira vista! Na verdade, acho que o fato de o futvôlei possuir o mesmo dinamismo do futebol, mas com um risco de lesão consideravelmente menor, me motivou a abraçar esse esporte. O futvôlei é um jogo extremamente técnico, e a parceria com seus colegas, sejam eles em dupla, trio ou quarteto, é o que define a partida. Por isso, assim como em todos os demais esportes, fui percebendo que só com o treino diário eu conseguiria aprender a jogar de verdade. Pensando nisso, com o auxílio de meu pai e alguns amigos, montamos uma quadra de areia do lado da minha casa. Foi a partir desse momento que reunimos um grupo de amigos e começamos a praticar o esporte, ainda sem muita técnica e com ar de brincadeira. Claro que quando íamos jogar com os mais experientes não conseguíamos bons resultados, foi assim que tivemos a ideia de trazer um profissional para aprimorar nosso fundamento e com isso melhorar nosso nível técnico, e como bom competidor tentar conquistar alguns campeonatos.

Foi então que optamos pelo profissional Ovelha, atleta conhecido em nível nacional e que já jogou alguns mundiais de futvôlei e que atualmente reside em Maceió. Por um mês, o “cabra da peste” nos ensinou os fundamentos e posicionamento em quadra. Na época, montamos um time de amigos mais próximos e até as mães, esposas e namoradas participavam das aulas. Foi um mês extremamente enriquecedor. Com a técnica aprimorada e com vontade de vencer, fomos melhorando e participando de alguns campeonatos na região e internos no Clube Cajubá. Na época minha quadra também recebia campeonatos, o que foi despertando em alguns colegas o interesse na prática desse esporte. Nesse momento meu amigo Matheus Petry e eu tivemos a ideia de profissionalizar o esporte em Uberlândia e transformar a quadra de areia construída para rachas entre amigos em um clube voltado para a prática do futvôlei e exercícios funcionais na areia. O sonho evoluiu e hoje ministramos aulas individuais e em grupo para que mais pessoas possam descobrir nesse esporte uma maneira de melhorar a qualidade de vida.

Com o auxílio de profissionais da área de educação física, em especial do meu coordenador Júnior Fernandes, preparador do time de Futebol Profissional Uberlândia Esporte Clube, contamos atualmente com mais de 150 alunos, sendo 6 turmas de futvôlei e mais de 15 turmas de funcional de areia. Em Uberlândia já tivemos o prazer de jogar com atletas da região, como Belo Horizonte, Uberaba, Araxá, Patos, Araguari e São Simão. Além da disputa e competitividade que é inerente ao esporte, também formamos uma grande família de loucos por futvôlei. Isso reflete muito na motivação para que que meus alunos participem dos campeonatos e no nível técnico que as disputas aconteçam. Aos 36 anos, treino diariamente, sempre buscando minha evolução para que continue disputando diversos campeonatos; e se Deus permitir, levar sempre um troféu para casa, pois só assim consigo justificar tanto treino para minha esposa e para meus amigos e alunos que torcem por mim. Estou extremamente realizado com a evolução do esporte em nossa cidade e em Minas como um todo. Isto é muito gratificante, pois um esporte que nasceu nas areias da praia atualmente vibra em um Estado que nem sequer possui praia, pelo esforço e paixão de entusiastas como se trouxessem a areia da praia para cá. Espero que possa ter contado um pouquinho da minha relação com esse esporte que tem me encantado cada dia mais e pode ser praticado em qualquer idade, tanto por homem como por mulher, com ou sem praia por perto!

Para quem quiser conhecer o clube e a estrutura, seu horário de funcionamento é das 6:00 às 22:00 de segunda a sexta. O endereço é Rua Professor Mario Porto, 496 – Bairro Lídice – Uberlândia. Telefone para contato: 34 9 9925-4460.

Compartilhe!
Triângulo Esporte

Triângulo Esporte