Prevenir sempre – saúde bucal
16 de dezembro de 2017
Larisse Paula de Oliveira (2 artigos)
Compartilhar

Prevenir sempre – saúde bucal

Cuidar do corpo, da mente e da alimentação é sempre importante, mas não devemos deixar de lado a saúde bucal.

A prevenção é a melhor maneira de cuidar da saúde e da higiene bucal, além de ser a maneira mais econômica e menos dolorosa para o paciente. Mais do que os cuidados diários preventivos, é fundamental a visita regular ao cirurgião dentista. Ele poderá analisar possíveis propensões a doenças bucais como: cárie, gengivite, doença periodontal, problemas na articulação temporomandibular, oclusão dentária (apertamento, bruxismo com desgaste severo ou não dos dentes, por exemplo), lesões gengivais e na mucosa, que podem ser cancerizáveis ou não, dentre tantas outras.

Dentre os cuidados diários com a saúde bucal recomenda-se uma boa escovação com creme dental fluoretado após cada refeição, principalmente antes de dormir; o uso correto do fio dental diariamente, que alcança os lugares nas paredes dos dentes onde a escova dental não alcança e a troca da escova dental periodicamente.

Manter dentes e gengivas saudáveis é fundamental para a saúde e o bem-estar geral das pessoas. Indivíduos portadores de doenças dentárias ou gengivais podem, por exemplo, desenvolver endocardite bacteriana, uma infecção que envolve o endocárdio e, em caso de progressão, levar à septicemia e até a morte. É importante também que as pessoas inspecionem suas cavidades bucais, ou seja, que realizem o autoexame,  essencial para a prevenção do câncer bucal. O autoexame é um exame simples e eficaz na identificação de alterações bucais. A técnica consiste em inspeção visual e palpação, devendo ser realizado à frente de um espelho e com uma boa iluminação. Deve-se observar as bochechas, os lábios nas partes interna e externa, língua, assoalho bucal, garganta e amígdalas. É importante observar também possíveis áreas doloridas ou dormentes, endurecimentos, caroços, ulcerações que não cicatrizam, sangramentos sem causa, dentes quebrados, próteses mal adaptadas que podem machucar a mucosa, áreas aumentadas de volume e verrugas, dentre outras.

O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento; por isso, mesmo que não encontre nenhuma alteração, é importante a consulta regular ao cirurgião dentista, pois ele é o profissional adequadamente treinado para identificar as alterações. Portanto, prevenção é mais saúde. A consulta preventiva ao cirurgião dentista garante que alguns problemas não cheguem já agravados ao consultório odontológico, gerando assim, mais conforto, tranquilidade e qualidade de vida ao paciente.

 

 

 

Compartilhe!
Larisse Paula de Oliveira

Larisse Paula de Oliveira

Cirurgiã dentista, clínica geral graduada pela Universidade Federal de Uberlândia. Atende em Araxá, na Rua Francisco dos Santos, 94 – Centro